Você está aqui: Página Inicial
Concluída primeira fase das obras de requalificação da Urgência do Hospital de São João da Madeira

O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) concluiu a primeira fase das obras de requalificação do Serviço de Urgência (SU) do Hospital de São João da Madeira, obra que enfrentou algumas dificuldades no seu andamento, mas que agora, está a decorrer a bom ritmo.

Esta primeira fase, a que tinha mais impacto imediato para os utentes, previa a alteração profunda de toda a área de admissão dos doentes, a criação de uma nova sala de triagem bem como a requalificação completa da sala de observações e tratamentos, com aumento da área disponível e melhor funcionalidade para profissionais e doentes. As novas áreas estão já em utilização desde o passado sábado, dia 12 de Janeiro, o que permitiu abandonar a solução provisória de acesso ao Serviço de Urgência.

Os restantes trabalhos continuam a decorrer sem qualquer interrupção do normal funcionamento do Serviço de Urgência do Hospital de São João da Madeira, facto que, apesar de tornar os trabalhos mais demorados, permite que os doentes continuem a ser atendidos no Hospital.

Em 2018 o Serviço de Urgências do Hospital de São João da Madeira recebeu 38.067 utentes, o que significou uma média de 104 doentes por dia. Este Serviço de Urgência foi responsável pelo atendimento de 18,09% do total de episódios de urgência de todo o CHEDV.
Registe-se ainda o elevado nível de resposta deste SU, pois foram apenas transferidos 7% de doentes para o Hospital de São Sebastião.
 

 

Acolhimento Novos Internos – 2019

A Reunião de Acolhimento dos novos internos, colocados em formação neste Centro Hospitalar em 2019,  realizar-se-á dia 2 de Janeiro, no Auditório da Unidade de Santa Maria da Feira, situado no Piso 4, com inicio ás 8.30. Mais se informa de que esta reunião é de comparência obrigatória.

Documentos necessários | Mapa de Rotações

 
Primeiro Centro de Responsabilidade Integrado em Portugal vai funcionar no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga


A Secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente de Matos, presidiu esta quarta-feira, à apresentação do primeiro Centro de Responsabilidade Integrado (CRI) do Serviço Nacional de Saúde, que vai funcionar no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV). O CRI desenvolverá as suas actividades na área da obesidade e surge na sequência da Portaria que foi recentemente publicada, através da qual se reformulou o Programa de Tratamento Cirúrgico da Obesidade.

Na cerimónia de apresentação, realizada no Auditório do Hospital de São Sebastião em Santa Maria da Feira, o presidente do Conselho de Administração do CHEDV, Miguel Paiva, no seu discurso de boas vindas referiu que  “ este é  um dia feliz porque sentimos que ele representa, simbolicamente, o retomar do espírito vanguardista e inovador que está impregnado em todos aqueles que protagonizaram uma das mais bonitas histórias, da história, do nosso querido Serviço Nacional de Saúde: o nascimento, há quase 20 anos, do Hospital de S. Sebastião.”

Este é o primeiro CRI que é criado à luz dos estatutos das Entidades Públicas Empresarias do SNS, publicados em 2017. O alargamento destas respostas a nível nacional, permitirá reorganizar internamente os hospitais do SNS, atribuindo aos profissionais de saúde mais autonomia, responsabilidade pela definição dos modelos de prestação de cuidados e premiando as equipas que têm melhores desempenhos. 

É um novo modelo que promete reorganizar internamente os hospitais do SNS para responder melhor às necessidades dos doentes e diminuir as listas de espera.